Amor, quando é amor, termina em barraco. Se termina em silêncio, já não era mais nada.
- Gabito Nunes.  (via n-o-v-o-h-e-r-o-i)

Eu digito “to sem” o corretor já sugere “paciência”

Os textos vivem me lendo.
- Caio Augusto Leite.   (via confortador)
Insista em mim, meu bem. Na minha loucura, nas minhas canções desafinadas, nos meus atrasos, nas minhas exigências, nas minha noites mal dormidas e manhãs de mau humor, nos meus almoços queimados, nos meus mistérios, no que não digo e nas minhas dúvidas fora de hora. Insista em mim, não desista de mim.
- Camila Costa.   (via acertarei)

Não se afaste achando que eu vou atrás.

Um dia você vai cansar de dizer que está tudo bem.

- Paramore.   (via n-o-v-o-h-e-r-o-i)
Me fala sobre o seu dia, sobre a festa que você foi na semana passada com suas amigas, sobre como você tá cansada dos problemas de casa. Me fala sobre aquela sua professora que pega no seu pé sempre, se você ainda tá tomando aquele remédio pra enxaqueca, se assistiu com seu irmão aquele filme que tava em cartaz, fala sobre a sua semana de provas, me explica como calcular o número de moléculas num átomo de água. Me fala qualquer coisa. Só não me fala que o nosso amor acabou.
- Azul Ciano.  (via conscientizadora)

© by cds